Gastronomia em Portugal: delícias da terrinha

Ir a Portugal é como visitar a casa dos avós. O ambiente é informal, aconchegante, cercado de carinho e a comida… ah, a comida é deliciosa! A culinária portuguesa é especialista em frutos do mar, mas também tem ótimas carnes e massas, tudo sempre acompanhado de um ótimo vinho. E os doces são de dar água na boca.

Diferentemente do que imaginávamos, a comida em Portugal não é tão cara. Sempre me falaram que na Europa a alimentação era um absurdo de caro, que uma coca-cola custava de 4  a 5 euros, etc. Confesso que viajei um pouco assustado com o que me esperava no quesito “preço”, justamente porque um dos objetivos da viagem era a gastronomia.

Nosso primeiro teste foi no Restaurante Maracanã, próximo do hotel onde ficamos. Como o nome sugere, o restaurante pertence a um brasileiro, a garçonete que nos atendeu era brasileira, mas a comida era de uma casa portuguesa, com certeza.

Pedimos um bacalhau à Maracanã, como prato principal. De entrada, pão italiano, queijo curado, manteigas, patês (adorei um patê de sardinha…), azeitonas e presunto de parma. Pra acompanhar, uma taça de vinho tinto. Uma bela refeição de boas-vindas por 26 euros e que nos deixou plenamente satisfeitos. Considerando que foram dois adultos e uma criança – com direito a taças de vinho e suco de laranja – foi um preço pra lá de razoável.

gastronomia em Portugal

gastronomia em Portugal

Nossa viagem gastronômica continuou no dia seguinte no aprazível bairro de Belém. Com o Mosteiro dos Jerónimos como pano de fundo, escolhemos um dos pequenos restaurantes com mesas ao ar livre para saborearmos mais um bacalhau. Sempre bebendo um vinho tinto, claro!

gastronomia em Portugal

gastronomia em PortugalTinha até picanha de peixe!

gastronomia em PortugalOs pratos eram fartos.

Depois do almoço demos uma caminhada pelo bairro para fazer a digestão e tirar algumas fotos. Depois chegou a hora de provar o delicioso pastel de nata. Mas, atenção: o au concour é o pastel de nata da Fábrica de Pastéis de Belém. O resto é imitação!

 

gastronomia em Portugal

gastronomia em Portugaloutros doces da Fábrica de Pastéis de Belém

Ainda em Lisboa, é programa obrigatório para o turista brasileiro tomar um drink no Café “A Brasileira”, ao lado da estátua de Fernando Pessoa. Lá tomamos um chocolate quente para aliviar um pouco o frio.

gastronomia em Portugal

Nas demais cidades de Portugal também come-se muito bem. Visitamos Fátima, Queluz, Cascais, Estoril, Óbidos e Sintra, e nessas duas últimas cidades provamos outras delícias regionais.

No centro histórico de Sintra almoçamos no Restaurante A Taverna e depois fui provar o famoso “travesseiro de Sintra”, uma espécie de folheado doce vendido na padaria mais famosa da cidade, a “Piriquita”. Pra fechar com chave de ouro, nada melhor que tomar uma ginjinha, licor servido em copo de chocolate. Delícia!

 

gastronomia em PortugalNa Piriquita entro até de olhos fechados

gastronomia em PortugalVai uma ginja aí?

Em Óbidos, cidadela rodeada por um castelo amuralhado, provamos duas massas deliciosas. A Andréia foi de fettuccine à Mariscada e eu de Fettuccine à Carbonara. Ainda pedimos outro prato pra Nicole, uma picanha. Devoramos as massas, mas não conseguimos acabar com todo o prato de picanha. Era muita comida. Pra acompanhar, um vinho tinto da região de Óbidos. Preço total: 34 euros.

gastronomia em Portugalfettuccine à Carbonara

gastronomia em Portugal

É realmente impossível resistir aos sabores da terrinha…

Leave a Reply