Como fotografar fogos de artifício

Todo final de ano a história se repete: milhões de pessoas saem às ruas para brindar o ano novo e assistir aos maravilhosos espetáculos de queima de fogos nas mais diversas cidades do Brasil. No entanto, por não saber como fotografar fogos de artifício, no momento de tirar aquela foto legal dos fogos e postar no instagram e facebook, a foto sai desfocada, sem cores vibrantes e não se parece nada com aquele espetáculo de luzes e cores que estamos vendo no céu.

fogos de artifício

Isso acontece porque o que nossos olhos vêem é um espetáculo contínuo, que nos permite ver o “rastro” dos fogos desde o seu lançamento até o momento do ápice, quando estouram no céu e continuam num movimento de rara beleza . Esse evento, obviamente, tem a duração de alguns segundos, e a fotografia é apenas um instantâneo, ou seja, vai capturar apenas uma fração de segundo do espetáculo. Com sorte é possivel capturar exatamente o momento da explosão dos fogos,  mas ainda assim dificilmente a foto sairá nítida.
fogos de artificio
Fotografar fogos de artifício não é tarefa simples. Requer, mais do que paciência e técnica (e sorte), o uso de alguns equipamentos. Se você vai fotografar com uma câmera compacta sem modo manual, não há muito o que fazer. Coloque-a no modo “fogos de artifício”, faça o maior número de cliques que puder e conte com a sorte. Agora, se você vai fotografar com uma compacta avançada ou uma DSLR, seguem algumas dicas de como fotografar fogos de artifício para facilitar o trabalho:
como fotografar fogos de artifício
1) Escolha um bom local e use um tripé
O uso do tripé é praticamente obrigatório nesse tipo de fotografia, porque você terá que fotografar em longa exposição e precisará de algo para fixar a câmera. Colocá-la em cima de um muro, banco ou qualquer superfície plana é outra opção, mas dificilmente você terá um bom ângulo para capturar as imagens.
como fotografar fogos de artifício
2) Use o Modo Manual e fotografe em RAW
Somente no Modo Manual da sua máquina é que você poderá configurar o ISO, a velocidade do obturador e a abertura do diafragma. O uso correto desses três elementos é que possibilitará uma boa fotografia. É importante também que você fotografe em RAW (raw em inglês significa “cru”), o que permitirá uma maior autonomia na hora de editar as fotos e torná-la mais “profissional”.
como fotografar fogos de artifício
3) ISO baixo
O ISO é a sensibilidade do filme à luz. Um ISO alto torna sua foto mais granulada, menos nítida e com muito ruído. O ideal é fotografar sempre com o ISO mais baixo possível. Eu uso sempre o ISO 100, o menor que minha câmera permite.
como fotografar fogos de artifício
4) Distância focal e enquadramento
Uma dificuldade que se apresenta quando tentamos fotografar fogos de artifício é saber o enquadramento correto. A gente não sabe o momento, nem a direção e muito menos a altura que os fogos vão alcançar. Por isso, o melhor mesmo é fotografar com uma grande angular, numa distância focal entre 18mm e 40mm, e deixar para fazer cortes e enquadramentos na edição. Uma menor distância focal permite uma área maior a ser fotografada e, consequentemente, mais chances de acertar.
como fotografar fogos de artifício
5) Foco e abertura do diafragma
Com a baixa luminosidade sua câmera terá dificuldade em encontrar o foco. Por isso, foque previamente e mantenha o foco no manual. Para uma maior área de foco na sua foto, deixe a abertura do diafragma entre f/8 e f/16. Eu fotografei a maioria em f/11. Lembre-se que quanto menor o “número f” (maior abertura), menor a área de foco da sua foto. E como não sabemos exatamente onde os fogos estarão, quanto mais área de foco melhor.
6) Velocidade do obturador
Deixe sua câmera no modo “bulb” e, se possível, use um disparador remoto. A partir daí o tempo de exposição vai variar muito, dependendo do espetáculo de queima de fogos. A idéia é que a câmera capte o movimento de luz desde o momento em que os fogos são lançados até se dissiparem. Isso pode durar 3 segundos, 10 segundos ou muito mais. O tempo de exposição ideal só se saberá no momento da foto e, muitas vezes, na base da “tentativa e erro”.
como fotografar fogos de artifício
7) Não use Flash
Apesar da foto ser noturna, o uso do flash não é recomendável. Primeiro, porque os fogos já emitem muita luz; segundo, porque o flash não alcançaria distância tão longa; por último, porque o flash poderia iluminar algo que não queremos mostrar na foto, como a fumaça dos fogos, por exemplo.
como fotografar fogos de artifício
8) Edite suas fotos
Fotos de fogos de artifício precisam de edição posterior para ficarem com aquele aspecto “profissional”. Por isso, use o lightroom para fazer um bom corte, enquadrar corretamente e ajustar a linha do horizonte. Depois disso, diminua um pouco a exposição (se necessário) e aumente o contraste. Isso fará com que o céu fique mais escuro e os fogos mais nítidos. Para tornar as cores mais vívidas, aumente a vibração e a saturação. No final, aumente um pouco a nitidez. O resultado é incrível.
como fotografar fogos de artifício
E você, já fotografou ou tem alguma dica de como fotografar fogos de artifício? Teria algo para acrescentar à nossa lista? Conte-nos a sua experiência.

Leave a Reply