Cinco dias em Santiago – Resumão em fotos

 

valle nevado. brasil

Esta semana voltamos de nossa viagem a Santiago do Chile. Foram apenas cinco dias, mas curtimos cada minuto da viagem com muita intensidade. O grupo era grande, mas ainda maior era a alegria contagiante da ala feminina. A “turma do fundão” fez a festa e tornou nossa viagem ainda mais prazerosa.

Desembarcamos em Santiago na quinta, 20 de junho, pouco antes das 13h. Nosso grupo era composto “apenas” por sete pessoas: eu, Andréia, Laís, Belina, Sandra, Divaneide e Deborah. Fizemos o check in no Hotel Ibis Providencia e fomos matar a fome (e a sede) no The Clinic, o bar mais revolucionário de Santiago. Viva la revolucion!

the clinic. meninasA mulherada no The Clinic

the clinic. piscoO pisco do The Clinic, o segundo melhor da viagem

the clinic. lomo saltadomatei a fome com meu prato favorito: Lomo Saltado

 

the clinic. entradao ambiente do The Clinic é repleto de charges políticas

the clinic. ambienteficamos na área interna, mas o exterior é bem agradável

 

Depois de andar pelo centro e trocar dinheiro numa casa de câmbio, caminhamos pouco mais de 2 km até o Patio Bellavista, num frio de lascar. O jeito era se aquecer num dos muitos restaurantes do local. Começamos no OpenBox, mas o frio e o pisco ruim nos fizeram terminar a noite no agradável MosaiCafe.

openbox. ambienteO ambiente no OpenBox era convidativo…

openbox. brinde…mas o pisco não estava legal. Só ficou bom na foto do brinde

 

mosaicafe quesadillas de lumoDecidimos ir ao MosaiCafe, onde comemos as deliciosas quesadillas de lumo…

mosaicafe broscheta mista…e as brochetas mistas

mosaicafe. turma Alá eu finalmente numa foto!

 

Na sexta-feira o grupo aumentou de tamanho, com as chegadas de Mirian, Hender e Venicius. Agora éramos dez! Começamos o dia fazendo um passeio pelo Cerro Santa Lucía, de onde se tem uma bela vista de Santiago, com a cordilheira dos Andes ao fundo. Pena que no inverno a poluição não permita ter uma vista limpa desse espetáculo da natureza.

cerro santa lucia. turma na entradaO grupo do “Tio Márcio” na entrada do Cerro Santa Lucía

 

cerro santa lucia. marcio e andreia-4na subida até o topo há muitos cenários bonitos

 

cerro santa lucia. marcio e andreia-3

 

cerro santa lucia. encontrinho#Encontrinhotudodebom no Chile

 

cerro santa lucia. artisticamuita área verde, com direito a “foto artística”

cerro santa lucia. meninas com cachorrodurante todo o trajeto os cachorros nos acompanharam

 

cerro santa lucia. escadaria-2são muitas escadas para chegar até o topo

 

cerro santa lucia. vista do topo-5mas a vista lá de cima vale a pena

Continuamos nossa caminhada pelo centro passando pelo Palacio de La Moneda, Plaza de Armas, prédios da Bolsa de Valores, Catedral Metropolitana de Santiago, prédio dos Correios, Museu Histórico Nacional e outras construções arquitetônicas interessantes da capital chilena.

centro. catedral 2Catedral de Santiago, prédio de 1748

 

centro. la monedaPalacio de la Moneda, sede do Governo Chileno

No fim da tarde seguimos para a Casa Museu La Chascona, onde o poeta chileno Pablo Neruda morou com sua terceira esposa, Matilde Urrutia. A visita guiada custa 4 mil pesos (equivalente a 8 dólares) e dura cerca de 45 minutos.

 la chascona. entradaentrada da casa de Pablo Neruda, La Chascona

la chascona. casa-6 a casa é composta de vários cômodos separados por um imenso jardim

la chascona. guiao guia nos conta a bela história de vida do poeta chileno

 

Depois da comovente história ouvida em La Chascona, iniciamos nossos “trabalhos” noturnos no excelente Bar Galindo, no coração do barrio Bellavista. Depois fomos para o hotel e terminamos a noite no bar mais tradicional dos santiaguinos: o Liguria, em Providencia.

galindo. turma-3Galindo, ótimo atendimento e ambiente descontraído

liguria. turmaFoi dificil encontrar uma mesa pra tanta gente no concorrido Liguria…

liguria. provoleta al oregano…mas esse queijinho estava uma delícia!

 

No sábado foi o dia de degustação de vinhos nas vinícolas de Santiago, já na companhia da Kelly, a 11ª a compor o grupo. A Concha y Toro, que estava em nosso roteiro, estava fechada por conta de greve dos funcionários e tivemos que trocá-la pela vinícola Undurraga. Começamos pela Cousino Macul, fundada em 1856 e a única vinícola santiaguina que continua não mãos da mesma família, já na sexta geração.

cousino macul.vinhos na recepção da Cousino Macul

 

cousino macul. degustaçãodegustação na Cousino Macul

 

À tarde fomos para a vinícola Undurraga, a 65 km da capital chilena. A vinícola, fundada por uma família francesa, produz 15 milhões de litros de vinho por ano e perdeu mais de 4 milhões de litros no terremoto de 2010.

undurraga. brindeA degustação na Undurraga foi bem melhor que na Cousino Macul

undurraga. barricas de carvalho-3barricas de carvalho francês na Undurraga

 

Não satisfeitos com a pequena quantidade de vinho ingerido durante o dia, terminamos a noite no Bar Constitucion, em Bellavista, que funciona como restaurante até meia noite e depois as mesas são retiradas e vira a maior balada ao som de DJ’s.

constitucion. turma todaBar Constitucion, antes da meia noite. Depois, é todo mundo em pé

 

No domingo o grupo se dividiu. Mirian, Hender, Venicius e Kelly foram pra Valle Nevado enquanto eu e “minhas mulheres” fizemos o tour de compras pelos shoppings Costanera Center e Parque Arauco. Na segunda, os papéis se inverteram e nós fomos para o Valle Nevado enquanto a “turma da Mirian” ficou nas compras. Mas sempre nos encontrávamos à noite para confraternizar. No domingo, no Restaurante Giratório; na segunda, no Como Água para Chocolate.

Nosso almoço de domingo foi o melhor da viagem: comemos no Tanta, do premiado chef peruano Gaston Acurio.

tanta. ravioli asadoRavioli asado, um dos pratos mais gostosos do Tanta

tanta. risoto criolloO colorido risoto criollo não ficou atrás em sabor

tanta. turmaalá a mulherada de novo. E eu, só por trás das lentes (melhor assim, né?)

giratorio. meninas-2 Restaurante Giratório e sua bela vista noturna de Santiago

 

giratorio. pianistaO pianista do Giratório tocava muita música brasileira.  Por que será?

 

valle nevado. aula-5Na segunda estávamos em Valle Nevado. A Laís aprendeu rapidinho a esquiar

 

valle nevado. andreiaquem não esquiou brincou de skibunda

 

valle nevado. vista do teleferico-9do teleférico tínhamos uma vista geral do complexo

 

vale nevado. por do sol 3e descemos a cordilheira contemplando um lindo pôr do sol

 

como agua. ambiente-6para fechar a viagem, nossa última noite foi no Como Água para Chocolate

como agua. congrio almendradoCongrio Almendrado, uma das delícias do Como Água para Chocolate

 

Esse foi, de forma resumida, nosso roteiro de cinco dias pela capital chilena. Foram tantas resenhas que o grupo já combinou de se encontrar para ver as fotos e relembrar esses momentos. Novos posts virão.

8 Responses

  1. Suellen Melo
    Suellen Melo at |

    Mt show a viagem de vcs! Adorei as fotos!!!

    Reply
  2. marcioraimundo
    marcioraimundo at |

    Obrigado, Suellen.

    Faltou só você pro #Encontrinho ficar completo.

    Reply
  3. Laís Ferreira
    Laís Ferreira at |

    Amei, ficou massa!
    Adorei fazer parte desse roteiro!!

    Reply
  4. marcioraimundo
    marcioraimundo at |

    Que bom que você fez parte, Laís. 😀

    Reply
  5. Unknown
    Unknown at |

    Este comentário foi removido pelo autor.

    Reply
  6. Belina Rabelo
    Belina Rabelo at |

    Adorei o registro da nossa viagem! Ficou muito bom!
    Também adorei fazer parte desse roteiro! E que venham outros!

    Reply
  7. marcioraimundo
    marcioraimundo at |

    Tomara mesmo que venham outros, Belina. Foi muito bom viajar com vocês!

    Reply
  8. Anonymous
    Anonymous at |

    Gostei muito das dicas aqui postadas. Me foram muito uteis. Cheguei do Chile hoje e também gostei muito do país. fazer “Ski Bunda” em Farellones é algo imperdível. Vale Nevado é espetacular. Não deixe de ir. Tem uma feira de artesanato em frente ao Serro Santa Lucia que é imperdível.A vista do Cerro San Cristoban também é fabulosa. Os preços de roupas, tênis e souvenirs está o mesmo preço do Brasil. Não vi grande diferença também no preço de eletroeletronicos, tanto que eu não animei a trazer nenhum. Fui ao Premium Outlet e só animei comprar Lacoste, cujo preço é menor do que Brasil, mas é caro, se comparado aos preços de roupa nos Estados Unidos.

    Reply

Leave a Reply