Buenos Aires – Puerto Madero

Uma das regiões mais aprazíveis de Buenos Aires é Puerto Madero. Outrora uma área desabitada e degradada da cidade, em 1989 foi iniciado um projeto de revitalização que fez do local o bairro mais moderno, nobre e turístico da cidade.

Ao longo das duas últimas décadas, os antigos armazéns do porto foram transformados em prédios de apartamentos luxuosos, residências, escritórios, universidades, hotéis e restaurantes. Tudo às margens do Rio da Plata, dando ao local uma beleza arquitetônica indescritível.

Puerto Madero rende belas fotos noturnas

O projeto de revitalização da área foi conduzido pelo designer Philippe Starck. A belíssima Puente de la Mujer, símbolo arquitetônico do local, foi projetada pelo renomado arquiteto espanhol Santiago Calatrava e é a única obra do profissional em toda a América Latina.

vista noturna da puente de la mujer
Andréia e Nicole, com a puente de la mujer ao fundo

Puerto Madero está dividido em 4 diques, numa extensão de pouco mais de 2km de ponta a ponta. É perfeito para uma caminhada ao por do sol. Como fica bem próximo do centro, para chegar lá é melhor ir de táxi mesmo. Fica baratinho desde a Avenida 9 de Julio.

Entre os diversos bares do local, recomendo o Hooters, famoso pelos trajes minúsculos das garçonetes. Fica em frente à Puente de la Mujer, tem ótimos tiragostos e drinks e o preço é convidativo.

Drink do Hooters

Em matéria de restaurantes, parece que a melhor pedida é o Cabaña Las Lilas. Muito bem recomendado por vários amigos meus, mas não tive oportunidade de ir. Já tinha combinado com a turma de ir ao Siga La Vaca, também em Puerto Madero. A vantagem do Siga La Vaca é pagar um preço fixo e poder comer à vontade, mas confesso que não gostei muito das carnes.

Uma “vaca loca” nos recebe na entrada

É muita “parrilla”, e o vinho tá incluso no preço

a sobremesa tava gostosa

Um dos passeios que gostamos de fazer foi visitar a Fragata Sarmiento, ancorada no dique 3 de Puerto Madero. É muito interessante visitar todos os cantinhos da fragata e imaginar como era a vida dos marinheiros em alto mar. Lá estão expostos artefatos, roupas e objetos utilizados pelos marinheiros. A entrada custa apenas 2 pesos e a visitação pode ser feita das 9h às 20h.

Capitã Andréia

Nicole gostou de explorar a embarcação

tem até torpedo na fragata!

Entre os restaurantes de Puerto Madero está a churrascaria brasileira Spettus Steak House, onde tirei uma foto com esse boi portenho globalizado.

Para quem gosta de apostas há também um cassino flutuante, que fica num navio ancorado na região sul de Puerto Madero. Passamos por lá, mas não entramos porque estávamos com a Nicole e não é permitida a entrada de crianças no local. De qualquer forma, fica a dica!

4 Responses

  1. Sílvia Oliveira
    Sílvia Oliveira at |

    Que fofo seu blog! Super organizado e informativo! Também adoro Puerto Madero. Só um detalhezinho: o projeto de reurbanização do bairro foi feito pelo designer Philippe Starck. O Calatrava só projetou a Puente de la Mujer! 🙂

    Reply
  2. marcioraimundo
    marcioraimundo at |

    Sílvia, obrigado pela visita e pela correção. Vou retificar a informação 🙂

    Reply
  3. matrimonial
    matrimonial at |

    Grande Márcio. Parabéns pelo blog. Está muuuuito bom. Ruy

    Reply
  4. Silmara Colombo
    Silmara Colombo at |

    Quando estive em Buenos Aires não tive tempo de visitar a fragata. Preciso voltar. No meu blog tenho uma foto de um casal dançando tango que lembra a Ponte de La Mujer. É bem interessante.

    Reply

Leave a Reply