LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Please to meet you, Rolling Tones


Uma das coisas mais divertidas pra se fazer em Nova York é curtir a noite na cidade que nunca dorme. Ali não faltam opções de diversão: são shows nos teatros da Broadway, bons restaurantes, inúmeros pubs e bares, além das casas de blues e jazz, que são a alma da Big Apple.

Já falei sobre duas ótimas casas de jazz, a Birdland e a Blue Note, no post Noites de Jazz. Foram noites divertidas e muito prazerosas na viagem que fiz em outubro/2011.

Agora, passo a falar sobre um bar que conheci em 2007, na minha visita inaugural à cidade: o BB King Blues Club & Grill, no qual retornei nas três outras vezes em que estive em Nova York. Na foto abaixo, de 2007, tínhamos acabado de sair de um show inesquecível.

frente ao bb king


Na ocasião, eu e mais dois amigos fomos a um show de uma banda de blues chamada Joe’s Band. A entrada era franca, ficamos ali tomando umas cervejas e ouvindo a banda. No final da apresentação, embriagados mais pela ótima música que pelas cervejas, fomos até o vocalista e o parabenizamos pelo ótimo show. Dissemos que éramos do Brasil e que tínhamos adorado o show.


225Direto do túnel do tempo…

Para nossa surpresa, o Joe falou que já tinha tocado uma vez no Brasil, numa cidade chamada Maceió. Ficamos em êxtase: “uau, we are from Maceió”. Nisso, ele chamou o baterista, sentou à nossa mesa e ficamos ali conversando e bebendo. Foram poucos minutos que nos marcaram e fez do BB King um dos meus bares preferidos na cidade.


joe`s band
A foto com o Joe, vocalista, e o baterista (acho que se chamava George)

Mais recentemente, em novembro/2012, um outro show antológico marcou a mim e a outros quatro amigos: o show da banda Rolling Tones, cover dos cinquentenários Rolling Stones. A entrada custou U$ 14,00 (sairia por apenas U$ 10,00 se tivéssemos comprado pelo site, com antecedência) e valeu cada centavo.


Rolling Tones (3)Já na fila da entrada, um fã resolveu aparecer na nossa foto

Apesar de não conhecer muito do repertório dos Rolling Stones, a animação da banda nos contagiou a todos e até eu, na minha timidez e sem saber dançar, acabei balançando um pouco o esqueleto no salão.


Rolling Tones (4)
No início estávamos sentados…

Rolling Tones (12)
…mas depois nos juntamos à galera

A noite foi regada a muita cerveja, bom papo com os amigos e coroada com a ótima performance do grupo. O “Mick Jagger” americano deu um verdadeiro show de interpretação e até que era parecido fisicamente com o verdadeiro.

Rolling Tones (6)Será que a Luciana Jimenez pegaria esse Jagger “paraguaio”?

Um pouco do show, em fotos:
Rolling Tones (8)

Rolling Tones (20)

Rolling Tones (17)

Rolling Tones (16)

Rolling Tones (18)

Rolling Tones (8)

Foram mais de duas horas de muita música boa, alguns passos de dança e muitas fotos. Infelizmente a iluminação não favorecia e a maioria das fotos ficou borrada ou com muito ruído. De qualquer forma, as imagens ficarão pra sempre na minha memória.

Please to meet you, The Rolling Tones.

3 comentários:

Excelente post, Márcio! Já me deu vontade de voltar lá. Ah, as fotos e as legendas também ficaram ótimas. Olha, se o nome do baterista não era George, sem dúvida a mãe dele deixou passar uma ótima oportunidade: o sujeito só pode ser George! Aliás, pela expressão modesta dele dá pra ver também que era muito gente boa: lembro que ele mantinha essa mesma cara enquanto o Joe nos contava das palavras que tinha aprendido em português...

Verdade, André. Eu fico vendo as fotos e sempre dá saudade, acho que Nova York é uma cidade pra visitar todos os anos. E esses shows são memoráveis, né? Nunca mais tinha visto essa nossa foto de 2007, a alegria da gente está estampada em nossos rostos. A legenda da foto deveria ser "cocaine", né? Abraço!

Exatamente! Eu tava tentando lembrar se tinha sido nessa ocasião que nos foi ofertado o "produto". Lembro que o cara passou e, discretamente (acho que nem nos olhou, tal o know-how), fez a oferta. Foi tão discreto que eu mesmo só percebi alguns segundos depois.

Compartilhe

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More